EM PROTESTO CONTRA MILITARES QUE COMEMORAVAM O GOLPE DE 64, POLÍCIA REPRIME MANIFESTANTES NO RJ

Cerca de 500 pessoas de movimentos sociais, jovens de várias correntes políticas, a maioria deles estudantes e familiares de desaparecido  se reuniu em ato contra militares que comemorava o Golpe de 64. Ao tentaram fechar a Rio Branco em reivindicação, a PM reprimiu com gás de pimenta, bombas de gás lacrimogêneo, causando confusão e com o uso muita violência física.

Na última quarta-feira, logo após a passeata da Jornada de Lutas no Rio de Janeiro, já se via nas principais redes sociais o chamado da União Estadual dos Estudantes do Rio de Janeiro (UEE-RJ) para a próxima atividade: “Nesta quinta-feira, às 14h, contamos novamente com a participação de todos os estudantes. Vamos nos concentrar na avenida Rio Branco, em frente ao Clube Militar, e unir todas as forças estudantis para um ato pacífico em defesa da democracia”

A entidade se referia ao protesto que reuniu ontem (29), centenas de pessoas contra a comemoração da “revolução” de 31 de março de 1964, inaugurando um dos períodos mais sombrios da história do Brasil. É de costume, todo dia 31, os militares almoçarem para comemorar o aniversário do golpe militar.

Como ficou claro na mensagem, a perspectiva dos estudantes era promover uma manifestação pacífica. O saldo final, no entanto, apontou o contrário: ao menos duas pessoas foram presas e duas ficaram feridas. A passeata foi organizada pela Internet, cruzou o centro do Rio e terminou na porta do clube.

A presidente da União Estadual dos Estudantes Secundaristas do Rio de Janeiro (UEES-RJ), Mel Gomes, estava presente e também ressaltou que foram os militares que mandaram a polícia repreender os estudantes. ”A tensão ficou mais evidente quando policias prenderam um jovem que havia sido agredido por um militar e revidou, os manifestantes invadiram a rua e prometeram só sair dali quando o rapaz fosse liberado. A partir de então a polícia começou a utilizar gás de pimenta  e bombas de efeito moral à todo instante para dispersar a manifestação”, relata.

De Grêmio Estudantil W.S 

Fonte: UBES

Sobre gremiows

Grêmio estudantil Wellington da Silva, Nome escolhido para grêmio desde sua fundação, é uma homenagem feita para o estudante Wellington da Silva que foi assassinado em um protesto !

Publicado em 31/03/2012, em Noticias e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

1. Seja educado. Por respeito aos outros usuários use uma linguagem de fácil entendimento. Evite também usar palavras de baixo calão. Se você disser algo do tipo, ser desnecessariamente rude, inconveniente e inapropriado, seu comentário será apagado mesmo. 2. Limite-se ao assunto do post. O formulário de envio de comentários deve ser usado para o envio de comentários que de alguma forma se relacionam ao conteúdo do post o qual você está comentando, e não para recados pessoais ao site ou outra pessoa, empresa ou entidade. Se você quer dizer algo para a equipe do site, nos envie um e-mail para gremio.ws@gmail.com Também nos reservamos o direito de remover deliberadamente comentários que não sigam essa regra. Se você tem mais alguma dúvida, sugiro que visite o nossa seção Quem Somos e tente resolver ela lá, comentários com algum tipo de dúvida não serão publicados e correm o risco de não serem respondidos. 3. Comentários apenas com e-mails válidos. Em hipótese alguma ele será divulgado ou usado para envio de mensagens não desejadas, respeitando sua privacidade. 4. Use o bom e velho português. Comentários que forem carregados de vc, xau, ti adolu, e outras variações de internetês podem não ser publicados ou correm o risco de serem re- escritos, podendo assim mudar o formato do comentário original. Se você deseja ver o que realmente escreveu, não use internetês, use o português! 5. Muito cuidado com o que diz. É oportuno lembrar que esse espaço é destinado a comentários, críticas e opiniões construtivas para o Grêmio estudantil W.S . Todos os comentários que estejam fora dessa regra serão deletados. Os acessos são devidamente monitorados e qualquer usuário que fizer ofensas ou acusações sem provas estará sujeito a penas previstas em Lei. Se você concorda com todas as regras bom comentário !

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: